Viagem de professores à Colômbia terá palestras, debates, encontro com escritores e muito mais

O Instituto C&A segue com os preparativos para viagem de intercâmbio que levará, em agosto, 41 professores de escolas públicas de Natal (RN), Paraty (RJ), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP) a Bogotá, na Colômbia. Agendada para o período de 16 a 21 de agosto, a viagem é parte da premiação das unidades educacionais que venceram o concurso Escola de Leitores no ano passado. O Escola de Leitores é uma ação do programa Prazer em Ler, do Instituto C&A.
A experiência pretende apresentar aos professores as políticas de promoção da leitura daquele país, consideradas de vanguarda na América Latina. A Associação Colombiana de Leitura e Escrita (Asolectura), instituição sem fins lucrativos situada em Bogotá, será a anfitriã do encontro. Além do Instituto C&A e da Asolectura, a organização do intercâmbio conta com a participação da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), do Rio de Janeiro.
O concurso Escola de Leitores envolveu secretarias de Educação e instituições sem fins lucrativos da área da promoção da leitura nas quatro cidades. O projeto foi criado com a finalidade de mobilizar as comunidades escolares para a implantação, aprimoramento e consolidação de projetos de promoção da leitura e de formação de leitores nas redes públicas de educação e nas comunidades em que essas redes estão inseridas.
Durante a viagem, os educadores assistirão a uma palestra sobre cidadania, literatura e escola com o bibliotecólogo Didier Álvarez. O palestrante é especialista em Pedagogia Social e professor associado da Escuela Interamericana de Bibliotecología de la Universidad de Antioquia, localizada em Medellín, na Colombia.
Outro destaque da programação é a visita dos professores à Asolectura, seguida de um debate sobre políticas de cultura escrita e de leitura comandado por Silvia Castrillón, presidente da instituição. A Asolectura dedica-se a promover a união entre pessoas e instituições voltadas ao desenvolvimento da leitura e da escrita como meio de ascensão social. A instituição constitui uma interface entre o governo e as gências privadas para melhoria da educação e da escola, apoiando a criação e o fortalecimento de bibliotecas, fomentando a pesquisa e a promoção da leitura e da escrita.
A programação do intercâmbio prevê, ainda, o encontro dos professores com os escritores colombianos Yolanda Reyes, Francisco Montaña e Ivar Da Coll. Além disso, os educadores farão visitas a bibliotecas públicas e comunitárias de Bogotá.

Reportagem na íntegra disponível  no endereço eletrônico:
Site do Instituto de desenvolvimento da Educação- IDE

Nenhum comentário:

Postar um comentário