Abertura de Encontro de Escritores integra países de língua portuguesa

Com o Teatro Alberto Maranhão lotado, foi aberto oficialmente na tarde desta quarta-feira (28), o I Encontro de Escritores da Língua Portuguesa (EELP), que prossegue até a próxima sexta-feira (30), com a participação de escritores do Brasil, Angola, Cabo Verde, Portugal, Moçambique, São Tomé e Timor Leste, todos países que têm o português como língua oficial.
Na conferência de abertura, o ensaísta e professor de português, Carlos Reis, abordou o tema “Literatura Lusófona: elo entre continente e culturas”, tendo entre os debatedores o presidente da Academia Norte-rio-grandense de Letras (ANL), Diógenes de Cunha Lima; o escritor do Timor Leste, Luis Cardoso Takas; além de Márcio de Lima Dantas, professor de Letras da UFRN, e Ana Maria Cascudo, da Academia Feminina de Letras. O secretário geral da UCCLA, Miguel Anacoreta Correia, disse ainda, na solenidade de abertura, que foi uma ousadia positiva Natal ter a idéia de realizar este encontro, para integrar os países através da língua mãe, o português. “O encontro também é um momento de desenvolver o turismo desta bela cidade que é Natal”, destacou Anacoreta. Já o presidente da Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte), Rodrigues Neto, disse que através do EELP os escritores portugueses levarão a cultura de seus países para o mundo.
Escritores
Participam do encontro os escritores Ndalu Almeida Ondjaki (Angola), Helder Vaz, Filomena Embalo e Filinto Barros (Guiné-Bissau), Daniel Eurícles Rodrigues Spínola, Américo Silva e José Luiz Tavares (Cabo Verde), Antônio Carlos Cortez (Portugal), Suleimane Cassamo (Moçambique), Inocência Mata (São Tomé) e Luis Cardoso Takas (Timor Leste).
O I Encontro de Escritores da Língua Portuguesa tem como destaques de sua programação a participação dos escritores Carlos Reis, ensaísta e professor português, que fez a conferência de abertura, o escritor Brasileiro João Ubaldo Ribeiro, que faz palestra nesta quinta-feira (29), às 15 horas, e o escritor angolano José Eduardo Agualusa (cuja palestra será na próxima sexta-feira, às 15 horas).










E nós da Escola Estadual Izabel Gondim também estávamos lá prestigiando e tomando parte desse feito: Natal transformada na capital  da Língua Portuguesa.



Tivemos, também, as ilustres presenças de Clevane Pessoa e Flauzineide Moura, a patrona de nossa Sala de Leitura.
(Romagardem)

Nenhum comentário:

Postar um comentário